Sunday

*Quando vemos um cliché duma forma diferente, a nossa vida muda.*

Durante muito tempo, eu pensava que fazendo isto, aquilo e aqueloutro, de modo x, y e z, iria alcançar sucesso - especialmente no campo académico-profissional. 

E só *depois* ficaria feliz, AFINAL DE CONTAS, NÃO É ATRÁS DISSO QUE ANDAMOS TODOS - um happy ending? "Casaram, e foram felizes para sempre..." 

E por muito que alcançasse e muito me aperfeiçoasse, voltava tudo ao mesmo. 

Um certo vazio, apesar de cada vez mais cheia. 
Uma sensação de "ok e agora?" 
Acompanhava-me uma constante moinha no estômago sobre a INCERTEZA do futuro, uma chata duma ansiedade... apesar de EU SABER (porque muito já estudara) que a felicidade é o CAMINHO e não o destino. Já provara a mim mesma que conseguia fazer aquilo a que me propunha: boas notas, bolsas e prémios, portas abertas, convites, excelentes ofertas de trabalho, nos EUA, no Brasil, e em Portugal. ENFIM: muitos dos sinais de sucesso, eu TINHA! 

Qrrrm... mas... hmm... "Cadê a tão almejada felicidade???" 

Era PERSEGUIDA, cíclica e previsivelmente por esta pergunta. 
Como é que EU, tão responsável, cumpridora, e empenhada, com um percurso e resultados tão positivos, e uma família que se orgulhava de mim, continuava a ter tantos momentos de *INTENSO SOFRIMENTO* & *CONFUSÃO*?
NÃO BASTAVA JÁ, TUDO AQUILO QUE TINHA CONQUISTADO?

Mas antes de ter qualquer resposta, quando dava por mim, já tinha recomeçado novo ciclo.  E a *tristeza e a confusão* só aumentavam... 

Até que um dia, há uns anos, peguei no livro "O Poder do Agora", de E. Tolle, e apesar de só ter lido umas 30 páginas, fez um PROFUNDÍSSIMO impacto no meu SER. Lembro-me de estar a guiar na marginal um dia, e não caber em mim, tal o excesso de energia e alegria!!!!!!! Isso aconteceu mais vezes depois, e curiosamente a guiar. Nada nunca me fez sentir assim tão VIVA quanto esses momentos de "poder no agora". 

SÓ O TITULO - o poder do AGORA - mexe profundamente comigo! 

Quando a vida - o seu vibrar, os seus sons, a sua paisagem, o seu cheiro, etc., se RESUME AO MOMENTO do AGORA, para mim, algo fundamental à minha experiência da vida, MUDOU. 
MUDOU, porque consegui entender - de a alma e coração - que a vida é feita da experiência de "um momento" - e só nesse momento. 
O que passou há 5 minutos, já não é mais. O que vai vir, daqui a 10 minutos, pode acontecer assim ou assado. Se conseguirmos compreender isto com alma e coração, e não a partir da mente, tudo muda. 

TUDO SE PASSA NO AGORA (e DE DENTRO PARA FORA). Parece coisa pouca MAS É A MAIOR COISA. Nada é maior do que isto!!!!! 

A imaginação para criar uma nova linha de roupa, é agora. A leveza de perdoarmos alguém, só pode ser sentida agora. A gargalhada que damos, é só agora. O murro na mesa, é agora que damos. O amor que sentimos, é agora. Aquela oportunidade de pedir desculpa ou um aumento é só agora, e mesmo que tudo isto seja adiado, será para outro momento no agora (se o houver). Pois de facto, não podemos fazer tudo ao mesmo tempo. Mas o único tempo onde estamos a viver, a fazer escolhas, a aproveitar, a crescer, a contribuir, esse é sempre no presente, DAÍ O PODER!! 
  
E sendo assim.... Vá... Todos juntos:
-- "A FELICIDADE É AGORA!!!"

Recapitulando: se a VIDA é só AGORA... A FELICIDADE SÓ pode ser AGORA. 

Isto até parece banha da cobra, de tão simples!!!!!! 
Mas, também não estou a vender nada. :) basta ver uma criancinha totalmente mergulhada na sua actividade - mas ao que parece, infelizmente perdemos esta natural aptidão!


E sendo assim, AGORA EU SEI que tinha a receita do avesso: 
AFINAL:

***é a felicidade que gera o verdadeiro sucesso (e se tirarmos a bunda da cadeira)!***

***a felicidade é o ponto de partida!*** (o caminho é muito mais relaxado assim, mesmo quando damos quedas monumentais)

***a felicidade já É e não depende de "se" e "quando" (já vimos ao mundo equipados com o que é preciso de recursos interiores - pois além do mais, relembro que a felicidade vem de dentro)***


QUAL O ASPECTO DA FELICIDADE NO AGORA?
Alguém disse que o tempo presente demora "3 minutos"... Um sprinter de 100 metros olímpico poderia argumentar que o momento presente sao uns meros segundos. Whatever.

Tirar 3 minutos todos os dias e praticar a gratidão:

Estejamos 3 minutos sem respirar - e agradeçamos os pulmões saudáveis 

Fiquemos 33 minutos sentados no chão duro e frio - e agradeçamos as almofadinhas fofas do nosso rabo :)

Tentemos 3 minutos sem pestanejar (who does this crazy sh!t?Lol) - e agradeçamos as nossas pálpebras. 

Meditemos 33 minutos por dia - e agradeçamos a capacidade de gerarmos a paz. 

Apertemos por 3 minutos o períneo todos os dias (zona entre o anus e os genitais) - e agradeçamos gerar calor interno.


A felicidade está, de facto, aqui e agora e já com todos nós. 

Por isso, *e aqui está a grande mudança para mim*, tudo o que eu agora escolho fazer, é A PARTIR desta "coisa feliz em que eu vivo a maioria do meu tempo", e não para alcançá-la!!! Já não tenho essa necessidade. 

Claro que há ainda muitos momentos de "recaída", onde me distraio desta maneira de pensar-estar, mas as boas noticias são que, COM A PRÁCTICA, cada vez mais depressa me apanho! Recomendo :)

SOU FELIZ e a partir daqui continuarei a Crescer e a Contribuir. Mas já não em busca do pote de ouro na ponta do Arco Íris, porque o ouro está dentro de nós!!! <3 

E se tudo isto soa a clichés, é porque é verdade (digo eu!). É verdade para si?


Madalena Muñoz 

Life Coach