Monday

Como escrever bons objectivos.... com METAS+

Para alcançarmos os nossos objectivos, nada como saber BEM definí-los - primeiro!!

Se vamos a uma agência de viagens ou comprar na net uma viagem, se não definirmos alguns parâmetros primeiro, não iremos a lado nenhum, certo?
Onde queremos ir, com quem, em que data, gastar quanto, como queremos fazer esta viagem, por onde queremos começar, etc., etc.???


Critérios:

M.E.T.A.S. +

M = Mensurável - temos de conseguir medir a coisa, temos de conseguir avaliar o objectivo em termos objectivos e concretos, temos de conseguir quantificar

E = Específico, Eu, Emocionante.
Aqui são 3 coisas.
Específico - é a clareza do objectivo, versus a vaguidão, o que quer exactamente como meta;
Eu - tem de recair em mim e tem de depender de mim (ou então não é um bom objectivo...)
Emocionante - tem de mexer consigo, tem de sentir emoções boas e relativamente fortes, versus um efeito neutro ao expressar esse objectivo

T = temporizado, tem que ter uma data concreta ou uma frequência (por exemplo 3 x por semana).

A = Ambicioso e Acredita
O objectivo maior (versus um pequenino objectivo de muitos, para lá chegar) deve ser Ambicioso... contudo ao mesmo tempo não tão Ambicioso que deixe de Acreditar que é possível!

S = Simples, ou seja, deve forcar-se num só tema apenas, e não 2 ou vários (a complexidade mata um bom objectivo)

+ = Positivo, escrever pelo afirmativo, por exemplo "eu vou respirar ar mais limpo", versus "eu vou parar de fumar" ou "eu não vou fumar mais...".


Exemplo de um mau e um bom "objectivo maior" (ou um "grande objectivo"):

Mau Exemplo: “Eu vou lançar a minha empresa de formação, a Big Success®, ter o site construído, ter a equipa formada, ter turmas de clientes interessados, e dar a 1ª formação no dia 1 de Março, e construir o site do negócio de comidas BemBom.”

(Notas: Apesar de ser legítimo querermos construir várias coisas na vida, pessoal ou profissional, quando o objetivo é múltiplo, torna-se complexo e difícil avaliar/medir o seu desempenho, além de que incluir 2 empresas ou projectos num só objectivo, são enormes façanhas! O site, que sabe-se que não tem nem um pequeno esboço...: quem o vai fazer, já está adjudicado, e já sabe quando é que este fica considerado terminado e o que pretende incluir no site exactamente? A equipa, que sabe-se que só tem em mente 1 pessoa e essa nem sabe das intenções...: já sabe o que pretende exactamente – e como saberá que já está formada e fechada? Turmas – quantas pessoas e que perfil demográfico? “Interessados” é o quê exactamente? Formação: em quê? Onde? // Negócio de comidas: vários temas muito grandes em si mesmo, é recomendado separar os temas com objectivos separados.)


Bom Exemplo: “Eu vou lançar a minha empresa de formação, a Big Success®, no dia 11 de Setembro de 2013 com o lançamento oficial do site www.bigsuccess.com.pt marcado por um evento (tipo e dimensão do evento, onde, quantas pessoas, quem, a que horas…) onde me apresentarei, à equipa, e ao site, e onde ainda lançarei uma campanha de desconto irrecusável (a determinar) como modo de agradecimento às pessoas que me apoiaram com a sua presença!”

Dado que este é um bom exemplo dum objectivo maior, é legítimo termos um objectivo intermédio, e aqui deixo outro exemplo adequado que se conjuga com o exemplo imediatamente acima:


Bom Exemplo de objectivo intermédio: “Eu vou definir a Big Success® - os seus objectivos, valores, missão, serviços e equipa de colaboradores -, até ao dia 1 de Março de 2013, de modo a ter todo o conteúdo necessário para criar o site e depois lançar a empresa!”

(Nota: exemplos fictício, só para ilustrar)

Bons objectivos fazem boas viagens e bons destinos!

Madalena van Zeller Muñoz
Life Coach